Henrique Portela Guedes é o novo Adido de Defesa em Berlim

O nosso confrade Henrique Peyroteo Portela Guedes, está desde o passado dia 21 de novembro, colocado em Berlim, exercendo as importantes funções de Adido de Defesa junto da Embaixada de Portugal na Alemanha.

Os Adidos de Defesa Portugueses são Oficiais das Forças Armadas, de elevada patente, acreditados nos países anfitriões, que integram a missão diplomática em que servem e têm estatuto diplomático, condição que lhes confere imunidade diplomática, de acordo com o estabelecido na Convenção de Viena de 1961.

Desempenham as suas funções na dependência hierárquica do Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas e na dependência funcional da Direção-Geral de Política de Defesa Nacional, atuando, no local, sob orientação política e geral do Embaixador.

Portugal atualmente conta com 14 Adidos de Defesa, acumulando alguns deles acreditações nos países vizinhos do país onde residem, como é o caso do nosso confrade, que acumula funções na Noruega, Polónia e Suécia.

Tem como funções principais representar Portugal e as Forças Armadas e manter contactos com as instituições militares do país anfitrião visando a troca de informações e a cooperação militar entre os dois estados. Cumpre-lhe igualmente apoiar o Embaixador em questões da Defesa e de natureza militar, informar o Governo sobre eventual evolução na área da política militar e de segurança do país anfitrião e mediar contactos com a indústria de armamento.

Com o fim da Guerra Fria, as alterações verificadas no contexto internacional de segurança e defesa contribuíram para o alargamento das funções dos Adidos de Defesa, que em alguns casos passaram a desenvolver ações na área da segurança, no apoio a países em vias de democratização, a colaborar em operações de apoio à paz e de gestão civil de crises, bem como na compilação de informações de controlo do terrorismo. Mais recentemente verifica-se a tendência do envolvimento dos Adidos de Defesa em ações no âmbito da diplomacia económica, recebendo previamente para o efeito preparação adequada.

A seleção dos Militares para funções de Adido de Defesa assenta num conjunto de requisitos que se prendem não só com a experiência em funções semelhantes, mas fundamentalmente com o domínio da língua e conhecimentos sobre o país de destino, bem como com um conjunto de características pessoais dos quais se destaca a sociabilidade, a vocação para a diplomacia e para as relações interpessoais, o bom senso, um elevado sentido das responsabilidades e uma conduta exemplar.

A Confraria Marítima de Portugal – Liga Naval Portuguesa orgulha-se dos seus associados, muitos sendo exemplos de cidadania e de vidas dedicadas à gesta marítima portuguesa, como o nosso confrade Henrique Portela Guedes, inspirador das novas gerações de portugueses, que desejamos virados para o Mar.

Ao Comandante Portela Guedes, enviamos os nossos parabéns e desejamos muitas felicidades pessoais e profissionais.

bundestag-Imagem de FelixMittermeier por Pixabay_1920
bundestag-Imagem de FelixMittermeier por Pixabay_1920

Leia também:

A Confraria Marítima de Portugal tem nova sede na ex-Fábrica Nacional de Cordoaria

Na sequência da decisão tomada na última Assembleia Geral, a direção Confraria Marítima de Portugal (CMP) firmou um protocolo de LER ARTIGO

“O Futuro de Portugal está no Mar” – 120 anos da Liga Naval Portuguesa

Na viragem do séc. XIX para o séc. XX viviam-se os anos da “paz armada” que conduziu a uma guerra LER ARTIGO

Recordando o passeio no Barco Évora no dia 10 de junho de 2019

Conforme em tempo amplamente divulgado pela Direcção, a Confraria Marítima de Portugal realizou no passado dia 10 de Junho, Dia LER ARTIGO

Cristóvão Santos recebe o prémio Confraria Marítima 2020
Cristóvão Santos na ponte do WORLD EXPLORER, durante uma escala no porto de Catania, ilha Sicília

Cristóvão Santos recebe o prémio Confraria Marítima 2020 Na ENIDH, a Confraria Marítima premiou o melhor aluno do curso de LER ARTIGO

Comandante Cristina Alves distinguida pela ALUMNI da Escola Náutica
Cristina Alves recebendo o prémio das mãos do Ministro do Mar

Comandante Cristina Alves distinguida pela ALUMNI da Escola Náutica A nossa confreira Cristina Alves foi distinguida com o prémio CARREIRA LER ARTIGO

Aniversário dos 450 anos da Batalha de Lepanto evocado pela Confradía Europea de la Vela
Pormenor do quadro A batalha de Lepanto, autor desconhecido 159 (National Maritime Museum, Greenwich)

Aniversário dos 450 anos da Batalha de Lepanto evocado pela Confradía Europea de la Vela A conferência online, reuniu quase LER ARTIGO