A Confraria Marítima – Liga Naval Portuguesa reuniu a sua Assembleia Geral Ordinária.

A Confraria Marítima – Liga Naval Portuguesa reuniu a sua Assembleia Geral Ordinária. Na sala Dom Luís I, gentilmente cedida pelo Museu de Marinha, realizou-se no passado dia 18 de maio a Assembleia Geral Ordinária da Confraria Marítima de Portugal – Liga Naval Portuguesa (CMP-LNP), presidida pelo Presidente da Mesa da Assembleia Geral, Almirante Alexandre da Fonseca, e secretariado pelo Alm. Leiria Pinto e Sr. Carlos Pitta. A sala, bastante arejada e de elevado pé direito, estava preparada em cumprimento com as regras da DGS, nomeadamente com os lugares devidamente posicionados com o distanciamento social em vigor, e dispensador de desinfetante para as mãos. Entre presentes e representados contaram-se cerca de trinta confrades, um número inferior aos cinquenta por cento necessários, pelo que a Assembleia-geral Ordinária da Confraria Marítima de Portugal reuniu em segunda convocação às 18h30m. No período antes da ordem do dia, o presidente da mesa da Assembleia Geral chamou todos os confrades presentes para, de pé, guardarem um minuto de silêncio em sinal de respeito e memória pelos confrades falecidos em 2020: Dra. Alexandra Cristina Mendonça, março, 2020 Eng. Lacerda Nobre, maio, 2020 Alm. Vieira Matias (Confrade Honorário), junho, 2020 Sr. Francisco Sequeira Cabral, novembro, 2020 Foi igualmente evocado o recente falecimento, já em 2021, do confrade honorário CAlm (ref) Rogério de Oliveira. Dos trabalhos destacamos a leitura pela Direção do Relatório e Contas, e a sua aprovação unânime, ouvido o parecer do Conselho Fiscal. A direção tomou inúmeras iniciativas ao longo do ano de 2020, tendo sido preparados três encontros que tiveram de ser cancelados por força da pandemia. Concretizaram-se participações em eventos presenciais e não-presenciais e iniciativas de caráter mecenático e de apoio ao ensino, nomeadamente à Escola Superior Náutica Infante D. Henrique, ao Corpo de Cadetes de Mar de Portugal e ao projeto de … Continue reading “A Confraria Marítima – Liga Naval Portuguesa reuniu a sua Assembleia Geral Ordinária.”

Confrade Rui Marcelino e a sua equipa da Almadesign vencem prémio internacional
O nosso confrade Rui Marcelino e imagens do interior do ALICE by Almadesign

Confrade Rui Marcelino e a sua equipa da Almadesign vencem prémio internacional Almadesign é responsável pelo conceito de design dos LER ARTIGO

Recordando o 10º Aniversário da Confraria Marítima

Recordando o 10º Aniversário da Confraria Marítima O tempo voa … e a “Confraria Marítima de Portugal” celebrou o décimo LER ARTIGO

Confrade Carlos Alpedrinha Pires foi o cicerone do programa Visita Guiada da RTP

Confrade Carlos Alpedrinha Pires foi o cicerone do programa Visita Guiada da RTP A jornalista Paula Moura Pinheiro, convidou o LER ARTIGO

Confrade Professor Doutor Vítor Vasconcelos é Prémio de Excelência Científica da Universidade do Porto

Confrade Professor Doutor Vítor Vasconcelos é Prémio de Excelência Científica da Universidade do Porto Foi com grande satisfação que a LER ARTIGO

Confrade João Cortez de Lobão é notícia no programa Exame Informática
João Cortez de Lobão

Confrade João Cortez de Lobão é notícia no programa Exame Informática O programa (SIC Notícias) Exame Informática, foi  até à LER ARTIGO

Aniversário dos 450 anos da Batalha de Lepanto evocado pela Confradía Europea de la Vela
Pormenor do quadro A batalha de Lepanto, autor desconhecido 159 (National Maritime Museum, Greenwich)

Aniversário dos 450 anos da Batalha de Lepanto evocado pela Confradía Europea de la Vela A conferência online, reuniu quase LER ARTIGO

Assembleia Geral Ordinária da Confraria Marítima de Portugal  

    No dia 11 de Março, segunda-feira, pelas 18h30, A Confraria Marítima reuniu no auditório do Museu de Marinha, na Praça do Império, em Lisboa, para uma importante Assembleia Geral da nossa amada Confraria. Estiveram em apreciação e votação questões muito importantes. Desde logo a eleição dos novos Corpos Sociais e a mudança da Sede Social de Cascais para Lisboa. Mas também a redominação da nossa associação e algumas alterações ao Regulamento Interno. Também se deliberou sobre o Relatório e Contas da Direção e Relatório e Parecer do Conselho Fiscal; Confiar nos órgãos sociais que elegemos não significa sermos acríticos ou alhearmo-nos da vida da associação. Esta só crescerá ainda mais com o contributo de todos, mesmo que seja para estimular aqueles que têm a difícil tarefa de defender os interesses dos associados e promover a nossa atividade associativa.