A Pirataria Marítima continua a flagelar a região do Golfo da Guiné

A Pirataria Marítima continua a flagelar a região do Golfo da Guiné 01/12/2021 A pirataria marítima continua a assolar a região do Golfo da Guiné (GG) e não dá tréguas à navegação mercante que por aí passa diariamente. Este golfo está localizado na parte sudeste do Oceano Atlântico e as suas águas banham a Costa Ocidental de África, ao longo de cerca de 6000km, desde o rio Senegal, no Senegal, à foz do rio Cunene, em Angola. Nos últimos anos o GG adquiriu uma grande importância geoeconómica e geostratégica não só devido aos seus enormes recursos haliêuticos e de hidrocarbonetos, mas também por se ter tornado uma rota marítima de grande importância no transporte de produtos entre a África Central/Austral e o resto do mundo. Estima-se que diariamente cruzam as águas do GG cerca de 1500 navios. A insegurança marítima que se vem vivendo nesta zona nos últimos anos, fez despertar a atenção da comunidade internacional para esta realidade e, consequentemente, fê-la agir e aplicar um conjunto de medidas com o intuito de minimizar a atual situação. Esta região vem sendo assolada por uma miríade de crimes marítimos, dos quais se destacam, entre outros, a pesca ilegal, o contrabando, os tráficos de armas e de drogas, a pirataria marítima e os Assaltos à Mão Armada Contra Navios[1] (AMACN). Os dois últimos são, sem dúvida, aqueles que mais afetam a indústria marítima e, naturalmente, o comércio global. Apesar dos esforços que a comunidade internacional, em geral, e as organizações regionais e os Estados da região, em particular, vêm realizando no seu combate, a situação continua extremamente preocupante e está longe de estar resolvida. O número de atos de pirataria e AMACN tem-se mantido elevado ao longo dos últimos anos. Entre os anos 2000 e 2020 ocorreram 1073 ataques de piratas nestas … Continue reading “A Pirataria Marítima continua a flagelar a região do Golfo da Guiné”

De Mar a Pior

De Mar a Pior 31/10/2021 Não deixa de ser frustrante perceber e constatar que, quando finalmente se antevia um rumo, LER ARTIGO

A «invenção da roda» no Mar
O hidroptero de Enrico Forlanini, no lago Maggiore c. dezembro de 1910 (imagem colorida por AI hotpot.ai)

A «invenção da roda» no Mar Numa luta para minimizar o problema do atrito entre superfícies, como por exemplo entre LER ARTIGO

A Marinha Mercante Nacional
As superestruturas do LAURA S durante uma escala no porto da Graciosa em julho de 2017 (imagem MM Betencourt)

A Marinha Mercante Nacional 30-06-2021 Este singelo “depoimento” é, naturalmente, subjectivo, mas traduz o sentimento fruto de muitos anos de LER ARTIGO

“Portugal é um País de Marinheiros”

“Portugal é um País de Marinheiros” 30/05/2021 “Portugal é um País de Marinheiros” é uma afirmação muito usada e ouvida LER ARTIGO

“O Futuro de Portugal está no Mar” – 120 anos da Liga Naval Portuguesa

Na viragem do séc. XIX para o séc. XX viviam-se os anos da “paz armada” que conduziu a uma guerra LER ARTIGO

Da importância do COLD IRONING na poluição marítima
Cold ironing no porto de San Diego (imagem Cody Hooven)

Da importância do COLD IRONING na poluição marítima 30-07-2021 As emissões poluentes dos grandes navios e a importância do ”Cold LER ARTIGO

Um país marítimo que não aproveita o mar

Um país marítimo que não aproveita o mar 30/04/2021 O mar é vital para os seres humanos e para o planeta e um espaço de soberania para os países marítimos, mas desde há muito que deixou de ser um desígnio nacional. Portugal dispõe de relevante posição geopolítica e geoestratégica. A zona económica exclusiva portuguesa (ZEE) ocupa a área de 1.727.408 km2, a quinta maior entre os países europeus e a vigésima a nível mundial. Com o pedido de extensão da sua jurisdição, a plataforma continental alarga-se a um total de mais de 3.877.408 km2, terceira posição como país europeu e décima mundial. Não se trata de ser maior ou menor, mas reconhecer o seu enorme potencial económico. A Estratégia Nacional para o Mar 2030 (ENM), documento técnico em consulta pública, metodologicamente bem elaborado, distancia-se da realidade económica nacional. A sua estrutura e organização prioriza premissas reversas, centradas no emprego, segurança, saúde e bem-estar, literacia, soberania, questões de descarbonização e alterações climáticas. São, naturalmente, interessantes, a par das preocupações administrativas e burocráticas do Estado, para uma resposta política e social. No essencial, condiciona a economia empresarial a objectivos políticos e à polis, fortemente limitada, daí as dificuldades em desenvolver negócios estruturantes e promover a formação de clusters de actividade. Quem se aventura nos negócios enfrenta a adversidade, não apenas do mercado, mas, mais pesado ainda e prévio, a da sobrecarga administrativa e burocrática do Estado. Correntemente, os governantes estabelecem limitações para tudo, não asseguram estabilidade e continuidade, como se a vida fosse predeterminada e o sucesso garantido aos empresários. O país necessita de compreender o que representa o MAR em termos económicos, como ponto de partida para se elaborar a estratégia de desenvolvimento económico e a estratégia para o MAR. Sem economia não há política e vice-versa, nem políticas que valham, porque … Continue reading “Um país marítimo que não aproveita o mar”

O Mar no Plano de Recuperação e Resiliência
O Mar no Plano de Recuperação e Resiliência

O Mar no Plano de Recuperação e Resiliência 31/03/2021 Eu vou tomar como adquirido que o leitor está convencido que LER ARTIGO

Portugal e o Mar
Barra do Porto da Ilha de Porto Santo (imagem João Gonçalves)

Portugal e o Mar 28/02/2021 Metade da fronteira portuguesa é marítima, num contexto em que o Mar ocupa cerca de LER ARTIGO

Cadetes do Mar de Portugal

Cadetes do Mar de Portugal 31/01/2021 Todos estamos a viver em Portugal um momento decisivo da nossa História de quase LER ARTIGO

Rogério Silva Duarte Geral d’Oliveira (1921-2021)
CAlm ECN Rogério D'Oliveira (óleo s tela de Mário Alvarenga Rua)

Rogério Silva Duarte Geral d’Oliveira (1921-2021) 08/01/2021 É com profundo pesar que se dá a conhecer o falecimento ocorrido em LER ARTIGO

O Projeto de Extensão da Plataforma Continental de Portugal
NRP GAGO COUTINHO

O Projeto de Extensão da Plataforma Continental de Portugal 01/01/2021 Para quem segue com alguma regularidade as notícias e desenvolvimentos LER ARTIGO

Da importância do COLD IRONING na poluição marítima
Cold ironing no porto de San Diego (imagem Cody Hooven)

Da importância do COLD IRONING na poluição marítima 30-07-2021 As emissões poluentes dos grandes navios e a importância do ”Cold LER ARTIGO