58º Encontro da Confraria Marítima de Portugal

Ponto de Encontro: Portão Verde (entrada da Base Naval de Lisboa, Laranjeiro) às 10h00 Traje: passeio (gravata ou lenço da Confraria Marítima e Capa) Valor da participação: 15 € (a pagar em dinheiro no local) Número máximo de inscrições: 45 Inscrições:  jrochaabreu@hotmail.com (é muito importante e necessário fornecer os nomes do(s) visitante(s) e a matrícula da viatura) Solicita-se aos Confrades que pretendam adquirir Capa, Gravata ou Lenço, assinalar com antecedência essa intenção.     Detentora de uma das mais importantes coutadas, a Quinta do Alfeite foi, muitas vezes, lugar preferido do Rei D. Carlos para as suas caçadas, alojando-se por lá nesses períodos de lazer e recreio venatório. O Palácio, mandado construir em 1758 por D. Pedro III, filho de D. João V, está hoje à guarda da Armada, que aí tem instalados diversos serviços. Nos terrenos da Quinta, situa-se hoje a Base Naval de Lisboa, que entre outras muitas unidades conta com o Centro Integrado de Treino e Avaliação, responsável pela manutenção dos altos padrões de treino das guarnições dos navios combatentes da nossa Esquadra. Parte desse treino é hoje efectuado em modernos simuladores tanto para a Navegação como para o Combate Naval. No nosso próximo encontro vamos ao Alfeite para uma visita ao CITAN (onde podemos conhecer o moderníssimo simulador de Navegação) e ao Palácio do Alfeite, num verdadeiro regresso ao passado, levados pela descrição apaixonante do Comandante José Rocha e Abreu. O programa inclui ainda a Cerimónia de Entronização dos novos confrades, bem como um almoço confeccionado pela Marinha Portuguesa. A NÃO PERDER!